Você está visualizando atualmente O poder do magnésio para a saúde

O poder do magnésio para a saúde

Quando falamos em suplementos, é comum citar vitaminas, cálcio, ferro, entre outros populares. Mas o poder do magnésio para a saúde é um fato que nem sempre é levado à sério.

O magnésio é um mineral importante, desempenhando um papel em mais de 300 reações enzimáticas no corpo humano. 

Seus inúmeros benefícios incluem ajudar nas funções musculares e nervosas, regular a pressão sanguínea e apoiar o sistema imunológico.

Vamos aprofundar esse conhecimento sobre o mineral? Então confira o artigo que preparei sobre o poder do magnésio para a saúde!

O magnésio no nosso corpo

Uma pessoa adulta possui cerca de 25 gramas de magnésio. Desse total, entre 50 e 60% está armazenado no sistema esquelético. O resto está presente nos músculos, tecidos moles e fluidos corporais.

Muitas pessoas não consomem magnésio suficiente em sua dieta, embora os sintomas de deficiência sejam incomuns em pessoas saudáveis.

É comum associar a deficiência de magnésio a uma série de complicações de saúde. Portanto, as pessoas devem procurar atingir os níveis diários recomendados desse mineral.

Amêndoas, espinafre e castanha de caju são alguns dos alimentos mais ricos em magnésio. Se uma pessoa não conseguir obter o suficiente por meio de sua dieta, o médico pode recomendar a ingestão de suplementos.

Quais os benefícios?

O magnésio é um dos sete macrominerais essenciais. Esses macrominerais são minerais que as pessoas precisam consumir em quantidades relativamente grandes — pelo menos 100 miligramas (mg) por dia. 

São macrominerais, ou macroelementos, além do magnésio, o sódio, potássio, cálcio, fósforo, enxofre, e o cloro.

Microminerais, como ferro e zinco, são igualmente importantes, embora as pessoas precisem deles em quantidades menores.

O magnésio é vital para muitas funções corporais. Ou seja, obter o suficiente desse mineral pode ajudar a prevenir ou tratar doenças crônicas, incluindo doença de Alzheimer, diabetes tipo 2, doenças cardiovasculares e enxaqueca.

O magnésio é também importante para:

1. Saúde óssea

Embora a maioria das pesquisas tenha se concentrado no papel do cálcio na saúde óssea, também é essencial para a formação óssea saudável.

Pesquisas relacionaram a ingestão adequada de magnésio com maior densidade óssea, melhor formação de cristais ósseos e menor risco de osteoporose em mulheres após a menopausa.

Desse modo, o magnésio pode melhorar a saúde óssea direta e indiretamente. Afinal, ele ajuda a regular os níveis de cálcio e vitamina D, que são dois outros nutrientes vitais para a saúde óssea.

2. Diabetes

A pesquisa relacionou dietas com alto teor de magnésio a um risco menor de diabetes tipo 2. Isso pode ser porque ele desempenha um papel importante no controle da glicose e no metabolismo da insulina.

Além disso, a deficiência de magnésio pode piorar a resistência à insulina, que é uma condição que geralmente se desenvolve antes do diabetes tipo 2. Por outro lado, a resistência à insulina pode causar baixos níveis do mineral.

3. Saúde cardiovascular

O corpo precisa de magnésio para manter a saúde dos músculos, incluindo o coração. Uma revisão de 2018 relata que a deficiência pode aumentar o risco de uma pessoa de problemas cardiovasculares. 

Isso se deve em parte às suas funções no nível celular. Os autores observam que a deficiência do mineral é comum em pessoas com insuficiência cardíaca congestiva e pode piorar seus desfechos clínicos.

Pessoas que recebem magnésio logo após um ataque cardíaco têm menor risco de mortalidade. Os médicos às vezes o usam durante o tratamento para insuficiência cardíaca congestiva (ICC) para reduzir o risco de arritmia ou ritmo cardíaco anormal.

4. Dores de cabeça de enxaqueca

A terapia com magnésio pode ajudar a prevenir ou aliviar dores de cabeça. Isso ocorre porque a deficiência pode afetar os neurotransmissores e restringir a constrição dos vasos sanguíneos, fatores que os médicos associam à enxaqueca.

Pessoas que sofrem de enxaqueca podem ter níveis mais baixos no sangue e nos tecidos do corpo em comparação com outras pessoas. 

Os níveis de magnésio no cérebro de uma pessoa podem estar baixos durante uma enxaqueca.

5. Síndrome pré-menstrual

Além disso, o magnésio também pode desempenhar um papel na síndrome pré-menstrual (TPM). Por exemplo, estudos em pequena escala, incluindo um artigo, sugerem que tomar suplementos junto com vitamina B-6 pode melhorar os sintomas da TPM. 

Leia também::: A alimentação saudável no combate à depressão

6. Ansiedade

Os níveis de magnésio podem desempenhar um papel nos transtornos do humor, incluindo depressão e ansiedade.

De acordo com uma revisão sistemática de 2017, níveis baixos podem ter ligações com níveis mais elevados de ansiedade. 

Isso se deve em parte à atividade do eixo hipotálamo-pituitária-adrenal (HPA), que é um conjunto de três glândulas que controlam a reação de uma pessoa ao estresse.

Insira na sua vida

Dessa forma, fica claro o poder do magnésio para a saúde é enorme. Ou seja, não é a toa ele seja um macronutriente essencial e que desempenha um papel fundamental em muitos processos do corpo, incluindo músculos, nervos e saúde óssea e humor.

Ele está presente em diversos alimentos e a recomendação diária varia com a idade e o gênero. Mas a título de comparação, um homem na faixa dos 14 aos 50 anos precisa cerca de 400mg/dia. Já uma mulher nessa mesma faixa de idade precisa 300mg/dia.

Portanto, o ideal é consultar um médico para avaliar seus níveis de magnésio no corpo e, caso ele considere estar baixo, pode recomendar uma suplementação. 

Espero que tenha gostado do artigo sobre o poder do magnésio para nosso corpo. E para saber mais sobre a importância de uma medicina integrativa, confira o vídeo que publiquei no meu canal. É só dar o play!